Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Empresários dos carrosséis fazem nova marcha lenta

O presidente da Associação Portuguesa de Empresas de Diversão admite apresentar na próxima terça-feira uma providência cautelar.

Os empresários de equipamentos de diversão realizam domingo uma nova marcha lenta em Lisboa, admitindo o presidente da Associação Portuguesa de Empresas de Diversão que na terça-feira termine o protesto e avancem com uma providência cautelar.

"Os sócios querem mais [protestos](...) mas quanto a mim na terça-feira acaba e dá-se autorização ao advogado para começar a trabalhar na providência cautelar", afirmou Luis Paulo Fernandes, presidente da Associação Portuguesa de Empresários de Diversão (APED) em declarações à agência Lusa.

"Cada dia que passa é mais um dia que irá custar aos contribuintes indemnizar. A verdade é esta e ainda ninguém pensou nela, será que eles (empresários) têm razão, se calhar têm", declarou.