Expresso

Siga-nos

Perfil

Perfil

Atualidade / Arquivo

Egito: Irmandade Muçulmana reclama vitória nas presidenciais

  • 333

A oposição não fez ainda qualquer comentário.  A Irmandade Muçulmana reivindicou a vitória depois de apuradas 11 mil assembleias de votos.

A Irmandade Muçulmana reivindicou hoje a vitória do seu candidato, Mohammed Morsi, na segunda volta das primeiras eleições presidenciais no Egito desde a queda de Hosni Mubarak, em fevereiro de 2011.

"O doutor Mohammed Morsi é o primeiro presidente da república egípcio eleito pelo povo", diz uma mensagem da conta oficial da rede social Twitter do Partido Liberdade e Justiça, o braço político da Irmandade Muçulmana.

O partido fez o anúncio depois de apurados os dados de cerca de 11 mil das 13 mil assembleias de voto colocadas em todo o país, não havendo, até ao momento, qualquer informação ou comentário por parte da oposição.