Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Disparo perto de missa papal foi "ato de um desequilibrado"

O Vaticano adianta que o incidente "nada teve a ver" com visita de Bento XVI a Erfurt, na Alemanha.

Os disparos ouvidos perto do recinto onde decorria esta manhã uma missa celebrada pelo papa Bento XVI, em Erfurt, Alemanha, "nada tiveram a ver" com a visita papal ou com a cerimónia, revelou o Vaticano.

Segundo o porta-voz do Vaticano, Frederico Lombardi, citado pela AFP, o incidente ocorreu ainda antes da cerimónia e o próprio papa nem sequer foi advertido do caso.

Segundo as autoridades, o ato terá sido um "ato de um desequilibrado", refere o sacerdote.