Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Dia Mundial do Yoga: mega-aula em Lisboa

Encontro tem entrada gratuita e junta mestres mundiais do yoga. Arquiteto Siza Vieira vai receber o prémio Gandhi.

Milhares de pessoas são esperadas hoje, no Estádio 1º de Maio, em Lisboa, para comemorar o Dia Mundial do Yoga com a realização de uma mega-aula e a atribuição de um prémio ao arquiteto Siza Vieira.

Com o objetivo de "celebrar a fraternidade" e apelar à "unidade do ser humano", o encontro junta mestres mundiais do yoga e, pela primeira vez, os "grandes mestres" da Índia, a pátria desta filosofia.

O Dia Mundial do Yoga - que este ano se celebra hoje, primeiro domingo após o solstício - "tem o objetivo de lembrar o ser humano que o planeta é um só, que a raça humana é uma só e que a globalidade deve ser uma tendência para a fraternidade e para resolver os conflitos com humanidade e diplomacia e não com guerra", disse à agência Lusa o presidente da Confederação Portuguesa do Yoga, Jorge Veiga e Castro, que organiza o evento.

Espaço para crianças

Ao todo, a organização espera nesta mega aula milhares de pessoas, entre praticantes, professores e mestres, havendo ainda uma zona dedicada aos mais novos, que deverá reunir cerca de 200 crianças praticantes de yoga.

Em 2001, Portugal propôs a consagração de um feriado no dia do solstício, 21 de junho, como Dia Mundial do Yoga, junto da UNESCO e Nações Unidas e dos partidos portugueses, para que houvesse uma "celebração intercultural, intercontinental e interreligiosa".

Embora não seja oficial, desde então a data é comemorada todos os anos no primeiro domingo após o solstício, em diversos países.

Além da mega-aula, a começar às 10h30, com entrada gratuita, o programa de comemorações do Dia Mundial do Yoga conta também com atividades para cegos, crianças e demonstrações de yoga avançado. 

Siza Vieira homenageado

Será ainda entregue o prémio Gandhi ao arquiteto Siza Vieira pelo trabalho feito em prol da "Globalidade Justa, Igualdade Inter-Étnica, Fraternidade e Carreira Internacional".

O prémio, atribuído pela Confederação Portuguesa do Yoga, já distinguiu em anos anteriores Mário Soares, Médicos sem Fronteiras, o ex-presidente do Brasil Lula da Silva, Dr. Durão Barroso, entre outros.

A Câmara Municipal de Lisboa é a anfitriã desta iniciativa, que envolve ainda a Fundação Inatel, o Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural, Fundação Pró-Dignitate, Instituto Português da Juventude e Turismo de Lisboa, entre outros.