Expresso

Siga-nos

Perfil

Perfil

Atualidade / Arquivo

Daniel Oliveira acusa Louçã de fazer "política suja"

  • 333

Ex-dirigente, porta-voz e militante do Bloco de Esquerda desde a primeira hora, Daniel Oliveira ataca duramente Francisco Louçã. Diz que o líder mente, faz "estapafúrdias acusações" e promove "um triste espetáculo" ao vir "lavar roupa suja em público".

Rosa Pedroso Lima (www.expresso.pt)

Não restam dúvidas: o verniz estalou no Bloco de Esquerda entre antigos dirigentes e fações que compõem o quinto partido com assento parlamentar. Daniel Oliveira, fundador da Plataforma de Esquerda e da Política XXI, que viriam a integrar o Bloco de Esquerda, publicou na sua página do Facebook um longo comentário às declarações feitas por Francisco Louçã e publicadas na última edição do Expresso.

O ainda líder do BE acusou Daniel Oliveira de promover "uma ofensiva" contra o Bloco de Esquerda, na qualidade de "fonte anónima" das várias notícias que ao longo das últimas semanas têm referido as tensões que a mudança de liderança do Bloco tem causado. Para Francisco Louçã, o objetivo era o de "atacar pessoalmente João Semedo", candidato designado por Louçã para o substituir na condução do partido, juntamente com Catarina Martins.

O ex-porta-voz responde com dureza. Confessa ter ficado "atónito com esta inédita forma de confronto político" e passa ao contra-ataque, dizendo que as afirmações de Francisco Louçã são "uma mentira completa" e que "nem sequer vem bem embrulhada", que garante ser "amigo pessoal" de João Semedo e de "ao contrário de outros" dar "valor à amizade".

"Inaceitável calúnia"

"Não é a primeira vez que Francisco Louçã faz este género de acusações públicas sem qualquer fundamento", afirma Daniel Oliveira, que já por diversas vezes manifestou publicamente discordâncias com a linha de orientação seguida pelo BE. O antigo dirigente veio a terreno responder a Louçã para que não restem dúvidas de que se tratou de uma "inaceitável calúnia" e afirma ser este gesto "de uma irresponsabilidade sem nome que, ainda por cima me obriga a vir a terreiro para participar neste triste espectáculo, que apenas contribui para enfraquecer o Bloco".

Daniel Oliveira pede desculpa aos militantes "por esta troca de galhardetes que todos dispensávamos" e para que dúvidas não fiquem sobre o estado das suas relações - políticas e pessoais - com Francisco Louçã, remata: " Tenho algum receio de escrever o que realmente sinto neste momento. Não apenas em relação a um dirigente político que já respeitei, mas em relação à política que, às vezes, pode ser mesmo suja".

O comentário no Facebook foi publicado no sábado - depois da notícia do Expresso. Já tem mais de 300 likes e quase duas centenas de comentários.