Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

D. Duarte favorável a figura legal para união de casais homossexuais

O herdeiro do trono português diz estar de acordo com uma protecção para as pessoas do mesmo sexo que vivem juntas, mas salienta que "não se pode misturar" esta situação com o casamento.

O herdeiro do trono português, D. Duarte de Bragança, afirmou-se hoje favorável a uma figura legal para a união de casais do mesmo sexo mas salientou que "não se pode misturar" esta situação com o casamento.

"A família e sobretudo o casamento é um conceito que foi desenvolvido durante milhares de anos e que tem um objectivo que é proteger os filhos. Poderá e deverá haver outro tipo de regulamentação para proteger pessoas que vivem juntos", disse aos jornalistas o chefe da Casa Real.

D. Duarte de Bragança considerou que "não se deve confundir casamento e família com situações que são diferentes", adiantando estar de acordo que haja uma protecção para as pessoas que vivem juntas.

"Deveria haver uma outra figura legal. Podia ser o estatuto de união civil, há outras fórmulas que se podem encontrar e noutros países tem-se encontrado. Podem ser duas velhas amigas que partilham um apartamento, pessoas que têm outras opções sexuais, tudo isso é legítimo, não se devia era confundir casamento e família e situações que são diferentes", adiantou.

O herdeiro do trono português falava aos jornalistas à margem de um jantar no Convento do Beato, Lisboa, onde fez a tradicional mensagem do 1.º de Dezembro, que assinala a restauração da monarquia portuguesa em 1640.