Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Cristas bane gravatas no Ministério

A ministra Assunção Cristas deu ordens para os funcionários do seu ministério dispensarem as gravatas e assim pouparem no ar condicionado.

Carla Tomás

Carla Tomás

Jornalista

A partir de amanhã, os funcionários do  Ministério da  Agricultura, Mar,  Ambiente e Ordenamento do Território - MAMAOT - estão dispensados de usar gravata.



A ordem dada pela ministra Assunção Cristas insere-se numa iniciativa denominada "Ar Cool".



No primeiro comunicado enviado a todas as redações, o MAMAOT explica que o objetivo é "minimizar o impacto ambiental associado ao consumo de energia elétrica na Administração Pública, tendo em conta as medidas de contenção de despesas". Uma indumentária informal permitirá maior conforto para os Secretários de Estado e todos os funcionários, já que a temperatura ambiente dos edifícios do ministério ficará nos 25 graus, entre 1 de junho e 30 de setembro.



No comunicado, o MAMAOT justifica que a iniciativa foi "inspirada em boas práticas internacionais e decorre do objetivo definido no Programa do Governo de reduzir o consumo de energia na administração pública em 30% até 2020".



Assunção Cristas já anunciara ter como prioridade a Eficiência Energética e este é um primeiro passo para reduzir a pegada ecológica nacional e apostar na economia de baixo carbono. A este juntam-se outras medidas de sustentabilidade energética e ambiental, como "o uso preferencial de meios electrónicos para as comunicações entre gabinetes e serviços, o uso preferencial de sistemas de videoconferência e a indicação para os equipamentos electrónicos serem desligados, em vez de mantidos em stand by".



Amanhã a ministra promete quantificar o corte de despesas com estas medidas.