Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Corrupção atinge PP espanhol

O esquema de corrupção no Partido Popular espanhol, que envolve dezenas de dirigentes e originou detenções ordenadas pelo juíz Baltasar Garzón, põe em causa a liderança de Mariano Rajoy.

Cristina Pombo (www.expresso.pt)

Os dias são negros no principal partido da oposição. O desgaste do líder nacional Mariano Rajoy, evidencia-se a cada dia que passa sem que sejam afastados da sua equipa os principais suspeitos de corrupção. Estão envolvidos presidentes e vereadores de autarquias e Presidentes de Governos autónomos, entre os quais algumas figuras de monta, como o Presidente da Comunidade valenciana, Francisco Camps.

A investigação com nome de código "Gürtel" (que significa correia em alemão) - Francisco Correa, actualmente detido, está no centro deste caso - teve início com a denúncia de José Luis Peñas, verador do PP numa comunidade próxima de Madrid, que entregou aos investigadores 15 cassetes com gravações comprometedoras, em Novembro de 2007.

A verdadeira dimensão do esquema só acabaria por ser conhecida em Fevereiro deste ano, quando a polícia encontrou documentação com os nomes dos subornados e os montantes recebidos.

Clique para ler o texto

PP levado de arrasto na 'rede Gürtel'