Expresso

Siga-nos

Perfil

Perfil

Atualidade / Arquivo

Conselho Nacional do PSD aprova programa eleitoral

  • 333

Conselho Nacional do PSD aprovou as linhas gerais do programa eleitoral do partido sem votos contra. Passos Coelho diz que a campanha "vai ser extremamente dura".

O Conselho Nacional do PSD aprovou hoje de madrugada as linhas gerais do programa eleitoral do partido com uma esmagadora maioria de votos favoráveis, uma abstenção e sem votos contra, disseram à Lusa conselheiros nacionais presentes na reunião.

A única abstenção foi do sindicalista Bettencourt Picanço, adiantou à Lusa um dos conselheiros nacionais do PSD.

O documento hoje aprovado foi proposto ao Conselho Nacional pela Comissão Política do PSD.

"Campanha extremamente dura"

O presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, considerou na terça-feira à noite perante o Conselho Nacional do seu partido que a próxima campanha eleitoral "vai ser extremamente dura", disse à Lusa fonte social democrata.

Passos Coelho afirmou que "a campanha vai ser extremamente dura" e deu como exemplo a reação dos socialistas às suas afirmações sobre um eventual aumento do IVA, que disse ter consistindo numa distorção das suas palavras.

No discurso que fez na abertura da reunião do Conselho Nacional do PSD, Passos Coelho defendeu que o Governo do PS está sem uma mensagem de confiança e que se vai apresentar às próximas eleições tendo como programa o Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC) chumbado pelo Parlamento.

Segundo fonte social-democrata, o presidente do PSD questionou que programa poderiam os socialistas apresentar e que medidas novas poderiam propor agora estando a governar "há 16 anos".

Passos Coelho apelou à unidade dos sociais-democratas e agradeceu aos seus ex-adversários José Pedro Aguiar-Branco e Paulo Rangel pela forma como têm colaborado com a sua direção.