Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Condoleezza Rice: paixoneta de Kadhafi "era assustadora"

Kadhafi dedicou-lhe um vídeo e mandou compor uma música em sua honra, intitulada "Flor Africana na Casa Branca". Agora, Condoleezza Rice revela que achava a fixação do ex-ditador líbio "assustadora".

"Esquisita e assustadora". Foi assim que Condoleezza Rice classificou, em entrevista à CNN, "a paixoneta" que Muammar Kadhafi tinha por si. Na altura em que lança seu livro "No Higher Honor: A Memoir of My Years in Washingthon", a antiga secretária de Estado norte-americano afirma que "tinha noção da fixação " do ex-ditador Líbio, capturado e morto há cerca de duas semanas.

Clique para aceder ao índice do Dossiê Revoltas no Magrebe e no Médio Oriente

Em 2008, aquando da visita de Condoleezza Rice à Líbia, o então ditador fez questão de expressar a sua admiração por ela: "Apoio esta querida mulher negra africana. Admiro a forma como ela dá apoio e ordens aos líderes árabes. Leezza, Leezza, Leezza... como eu a amo. Admiro-a e estou muito orgulhoso que ela seja uma mulher negra de origem africana", foram as polémicas declarações de Kadhafi.

"Flor Africana na Casa Branca"

Agora no seu livro de memórias, a antiga secretária de Estado revela que, durante a visita à Líbia, Kadhafi insistiu para que esta visse um vídeo que ele mandara fazer em sua honra. A banda sonora era uma música intitulada "Flor Africana na Casa Branca", feita por um compositor líbio.

Condoleezza Rice ainda tentou mudar de assunto, mas o ditador insistiu. "O meu trabalho era ir lá, fazer trabalho diplomáticos e sair ", conta Rice. "Quando ele me disse que tinha um vídeo para mim fiquei assustada, receava que fosse alguma coisa mais atrevida. Mas ainda bem que tudo terminou em bem".   

A admiração platónica de Kadhafi por Condoleezza Rice foi mais uma vez comprovada quando os rebeldes líbios entraram nos escombros do complexo militar do ditador líbio e encontraram um álbum feito pelo antigo ditador, com inúmeras fotos diplomata norte-americana em discursos e eventos oficiais. 

Reveja o vídeo da visita de Condoleezza Rice à Líbia, em 2008