Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

China: Sexagenário sobreviveu 100 horas soterrado

O homem, um tibetano de 68 anos, foi salvo ao fim da manhã de hoje, quatro dias depois de ter ficado soterrado no sismo de 7,1 graus na escala de Richer que atingiu a China.

Um homem de 68 anos sobreviveu durante 100 horas soterrado em Yushu, a prefeitura do noroeste da China abalada quarta feira por um sismo que matou mais de 1700 pessoas, disse hoje a agência noticiosa oficial chinesa. 

O homem, um tibetano de apelido Dawa, residente em Jiegu, sede da prefeitura de Yushu, foi salvo ao fim da manha de hoje, quatro dias depois do sismo de 7,1 graus na escala de Richer que atingiu aquela remota região da província de Qinghai. 

Segundo os primeiros exames médicos, Dawa tem várias costelas partidas, mas o seu estado de saúde é estável. Embora soterrado, Dawa não ficou gravemente ferido e podia mover-se, disseram os socorristas. 

O sismo destruiu mais de 85 por cento das casas de Jiegu, a maioria das quais eram de madeira e barro. 

O último balanço oficial do sismo indicava 1.706 mortos, 256 desaparecidos, e 12.128 feridos, 1.424 em estado grave.

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.