Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Cavaleiro investe sobre manifestantes antitourada

Elementos de uma manifestação pacífica contra as touradas, na Torreira, foram atacados pelo cavaleiro Marcelo Mendes.  Apoiantes falam em "vandalismo" e prometem ir para Tribunal.

Uma manifestação contra a realização de touradas na Torreira, vila do concelho da Murtosa, em Aveiro, prometia ser pacífica, mas acabou violenta, com a intervenção de um dos participantes da corrida.

Mariana Pinho, uma das responsáveis pela manifestação convocada pelo Facebook, estava a ser entrevistada pelo jornal regional "Notícias Ribeirinhas", quando o toureiro Manuel Mendes investiu com o seu cavalo contra os manifestantes, que começaram a dispersar e a gritar contra a "violência".

Mas em poucos segundos, o cavaleiro repetiu a investida, dando origem a mais gritos e protestos.    "Estão a ver os ordinários que eles são, os assassinos que eles são", diz uma manifestante exaltada, que veio da Holanda para participar no protesto. "Vim ver a miséria a que este país chegou", acrescentou.

Segundo o jornal "Notícias Ribeirinhas", a GNR atuou dois minutos depois da segunda investida, o que foi considerado tardio por estar apenas a 30 metros do local.

Os manifestantes mostaram-se indignados com o "vandalismo", que consideram ser um "atentado contra a sua própria segurança"  e prometeram avançar com o caso para a Justiça.