Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Aumentam casos de assédio moral e sexual no trabalho

Nos últimos três anos, foram instaurados 299 autos por perseguição moral e sexual nos locais de trabalho e aplicadas coimas num valor aproximado de 913 mil euros.

Os casos de assédio moral e sexual no local de trabalho quase duplicaram no último ano, segundo dados da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT), que em 2011 registou 140 crimes.



"Os números que temos indicam que estão a ser registados mais fenómenos de assédio moral e sexual e de inocupação dos postos de trabalho", revela em entrevista à Agência Lusa o inspetor geral do Trabalho, José Luís Forte.



Desde 2009, a ACT realizou 1515 visitas tendo em vista casos que configurassem situações de assédio moral, sexual e violação do dever de ocupação efetiva dos trabalhadores. Em três anos foram levantados 299 autos e aplicadas coimas num valor aproximado de 913 mil euros.