Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Atenas semiparalisada por greve dos transportes

Para além dos transportes públicos, também os controladores aéreos estão hoje em greve na capital grega em protesto contra as medidas de austeridade

A greve de 24 horas dos serviços públicos de transportes e táxis em Atenas está a provocar grandes problemas de circulação na capital grega enquanto que a paralisação dos controladores aéreos gera cancelamentos ou atrasos nos voos.

A greve na capital grega é mais uma reação dos sindicatos a novas medidas de austeridade adotadas na sequência da grave crise financeira que atinge o país.

A paralisação surge um dia depois dos gregos terem sido atingidos com mais um conjunto de medidas de austeridade que leva ao aumento de impostos e aos cortes nas pensões como parte do esforço governamental para manter o pacote de ajuda financeira internacional e acalmar os receios do mercado internacional sobre um possível incumprimento por parte do país.

Todos os transportes públicos -- metro, autocarro, elétricos, comboios e táxis - em greve, a população de Atenas tentam chegar aos empregos em ruas fortemente congestionadas, no dia em que se assinala do Dia Mundial sem Carro.

À tarde os controladores aéreos interrompem a sua atividade por três horas.