Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

50 feridos em atentados em Banguecoque

Explosões no bairro financeiro de Banguecoque, Tailândia, fizeram pelo menos 50 feridos. Causas são ainda desconhecidas.

O primeiro ministro tailandês, Abhisit Vejjajiva, convocou hoje uma reunião de emergência de responsáveis pela segurança do país depois de uma série de explosões no bairro financeiro de Banguecoque que fez pelo menos 50 feridos, indicou o porta-voz do Governo, Panitan Wattanayagorn. 

Com base em comunicados de três hospitais da capital tailandesa, a agência France Presse indicou que há pelo menos 50 pessoas feridas. As explosões que hoje à noite (horal local) abalaram a cidade de Banguecoque ocorreram no local onde grupos de manifestantes rivais, favoráveis e contrários ao governo, se encontravam. 

Duelo entre apoiantes e opositores do Governo    

Os manifestantes que apoiam o governo enfrentavam os "camisas vermelhas", movimento que exige a demissão de Abhisit Vejjajiva e que desde há várias semanas controla um bairro importante no centro da capital. 

As duas primeiras explosões ocorreram a centenas de metros do grupo pró-governamental, de acordo com jornalistas no local. 

Um jornalista da France Presse assinalou depois uma terceira explosão, forte, que terá provocado pelo menos três feridos. 

Desconhece-se ainda a causa das explosões. Panitan Wattanayagorn apontou a possibilidade de um ataque à granada. 

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.