0
Anterior
A semana da gripe , por João Vieira Pereira
Seguinte
A SEMANA a olhar para o céu, por Martim Silva
Página Inicial   >  Opinião  >  A semana  >   A SEMANA da papa, por João Vieira Pereira

A SEMANA da papa, por João Vieira Pereira

|
A papa Maizena

A 'velhinha' Maizena fez mais pela candidatura de Paulo Rangel ao Parlamento Europeu do que toda a máquina do PSD em três semanas. E tudo graças à inabilidade política de Manuel Pinho. Parece claro (a mim pelo menos) que as declarações de Basílio Horta sobre a proposta de Rangel para um programa para fomentar a mobilidade de jovens à procura do primeiro emprego não foram espontâneas. Só assim se percebe a necessidade de Manuel Pinho vir a público defender Basílio Horta. Só que, como habitualmente, Manuel Pinho provou porque não tem aptidão alguma para a política. "Paulo Rangel tem de comer muita papa Maizena para chegar aos calcanhares do dr. Basílio Horta", era talvez a pior frase que o ministro da Economia poderia ter dito. Augusto Santos Silva e Mário Lino, os ministros sempre suspeitos quando se fala de declarações polémicas, devem ter ficado cheios de inveja por esta verdadeira preciosidade não ter saído das suas bocas.

Se Paulo Rangel já tinha, com uma pré-campanha bem elaborada, marcado pontos todos os dias contra Vital Moreira, com este episódio ainda mais claro fica o desnorte entre o triângulo Vital, PS e Governo. Algo confirmado pelo próprio candidato do Partido Socialista às Europeias quando esperou dois dias inteiros para se demarcar, não das declarações de Manuel Pinho, mas do seu estilo...

Ana Jorge

Ao invés, muitos membros do Governo podiam olhar para a ministra da Saúde para aprenderem como se comunica. Com o mundo em aparente crise da gripe A, e desde o primeiro sinal de alerta, tem sido ela a liderar toda a comunicação aparecendo em esclarecimentos diários sobre o evoluir do que era há poucos dias uma pandemia. A segurança que transmitiu nas últimas semanas mostra como deve um membro do Governo portar-se numa situação de crise. A sua vasta experiência como médica de certeza que ajudou, mas não tenho memória de outro momento em que um ministro se dispõe a prestar contas todos os dias sobre a actuação do Governo usando um discurso pragmático e útil. Sobre a gripe A, a Organização Mundial de Saúde continua a falar em risco sério de pandemia lançando o alerta que num espaço de um ano um terço da população mundial pode estar infectada com o vírus. Actualmente estão infectadas 2300 pessoas em 26 países.

Cantinho da crise

1%


O Banco Central Europeu voltou a descer as taxas de juro numa tentativa de reanimar a economia. Apesar do nível histórico, este valor é ainda superior ao dos EUA e Inglaterra, onde as taxas estão, respectivamente, em 0% e 0,5%

Desilusão

Em três partidas Frederico Gil foi afastado na primeira ronda do Estoril Open. Apesar da derrota frente ao americano James Blake (16º do ranking mundial contra o 68º lugar de Gil), a crítica é unânime em elogiar o esforço do português. Sinceramente a mim deixou-me um amargo na boca ver o jovem português não aguentar a pressão depois de ter ganho a primeira partida. Um jogador a este nível nunca se deve dar por satisfeito por perder na primeira ronda de um torneio, ainda mais quando esse torneio é em casa. Será que a expectativa era demasiado alta para a qualidade do jogador? Pessoalmente acho que não. Espero que o futuro de Frederico Gil prove que estou certo.


Bloco de notas

"A crise e os desafios com que o país se confronta exigem alguns consensos transversais interpartidários"


"Um bloco central político é uma possibilidade como há também outras"


Jorge Sampaio, in 'Diário Económico'

"O PSD cometerá um erro se se aliar ao PS para governar o país"


Marcelo Rebelo de Sousa, in 'Público'

"Comigo, com certeza que não. (...) Isso é verdadeiramente impensável"


Manuela Ferreira Leite, in 'Público'


O maior centro comercial

+
Exemplo Quando o projecto arrancou não se imaginava a actual crise económica, mas não deixa de ser uma boa notícia a abertura de um espaço destes,com 279 lojas e 11 salas de cinema numa área total superior a 12 campos de futebol e que irá criar directa e indirectamente cerca de 10 mil postos de trabalho.

-
Excesso Portugal é sem dúvida um dos campeões dos centros comerciais. Espaços profissionalmente concebidos para consumir. Uma espécie de casinos para compras. Vivemos na cultura shopping: horas em intermináveis filas, constantes encontrões e permanente ilusão material, como se mais nada de agradável houvesse para fazer...


João Vieira Pereira


Opinião


Multimédia

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola, em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

Costeletas de borrego com migas de castanhas

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

Strogonoff de peixe espada preto

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Caril de banana

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Cantaril com risotto de espargos

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.


Comentários 0 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub