11
Anterior
Amorim Energia compra 5% da Galp à ENI
Seguinte
Abrir contas em moeda estrangeira já é permitido na Venezuela
Página Inicial   >  Economia  >   A primeira página do Expresso Economia

Opinião


Multimédia

Cheesecake com manjericão e doce de tomate

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 11 Comentar
ordenar por:
mais votados
Nomeações políticas - uma maldição
Empregar pessoas por serem amigas ou afins em vez de por critérios de competência constitui uma autêntica maldição para um povo. Temos a administração do estado entregue a medíocres o que nos transforma num estado medíocre e num povo medíocre.
Este povo
É o mais submisso do mundo, porque por cá habitam os maiores vampiros do mundo.
E povo desarmado é submisso.
1ª página

Investigação privatizações: a tão almejada equipa da ida ao pote teve mais que tempo para amadurecer a forma e fórmula para o golpe.

Akoia, em vez de serviços para-bancários, dava um excelente nome para marca de sumo de laranja.

Menos austeridade: conversa de chacha, segundo o homem de Massamá y sus muchachos.

Ulrich critica: Só não criticava quando os Bancos apresentavam lucros obscenos de mil milhões por trimestre; quando Sócrates os socorreu com 20 MM em avales; quando a laranjada lhes oferece uma nacionalização em sociedade.

este moço já justifica a promoção
Enquanto não vender o RTP, dizem
www.radiocomercial.iol.pt/destaques/body.aspx?id=4111
Como diria outro quem tem visões tem que ir ao Dr.

Easy jet voa de Faro para cidades europeia a partir de 21 Euros.

Atravessar a Vido Do Infante no Algarve: "A passagem de ponta a ponta implica um custo total de 11,60 euros (23,20 euros por ida e volta)."

Resulta desta politica de vistas Curtas?

Os aviões da Easy Jet voam cheias, a Via do Infante esta as moscas e as pessoas a sofrer acidentes diariamente na Estrada do Diabo baptizada por Rua 125.

Em Terra queimada e donos desses terrenos sem capital para os converter.

Vai ser tudo replantado de eucaliptos, porque é zonas onde chove muito no inverno. e dai tanto mato.

  nova politica florestal mal começou já esta andar.
Hallo, BEI-bei

BEI- Banco Europeu de Investimentos vai ter 160 mil milhões de euros para investir nos PIIGS.

Portugal que abra os olhos e comece já a condidatar-se a essa montanha de dinheiro para a cabar as 6 SCUTS o Túnel do Marão, o Hospital de Faro (obra financiamento garantido pelo Bei) e uns Portozitos do mar.

  (Nada de TGV Aveiro França sem primeiro acabar as requalificações das estradas da morte.)

O BEi Financia a fabricante de Esparghetti Barilla.

O Bei o novo Mana para as obras publicas, e empresas privadas.

BEI em toda a sua historia nunca perdeu um crédito.
Re: Hallo, BEI-bei
Actualissima,o

"Acho uma moral ruim
trazer o vulgo enganado:
mandarem fazer assim
e eles fazerem assado.

Sou um dos membros malditos
dessa falsa sociedade
que, baseada nos mitos,
pode roubar à vontade.

Esses por quem não te interessas
produzem quanto consomes:
vivem das tuas promessas
ganhando o pão que tu comes.

Não me dêem mais desgostos
porque sei raciocinar...
Só os burros estão dispostos
a sofrer sem protestar!

Esta mascarada enorme
com que o mundo nos aldraba,
dura enquanto o povo dorme,
quando ele acordar, acaba.

António Aleixo "
Comentario expresso porque ja foi tudo escrito

O DCIAP suspeita? EDp,REN os novos Freeports? Desta vez laranja?

Por favor poupem-nos.

Para as Cantinas da China azeite do bom. Okay.

As multinacionais são como a lua só brilham no escuro.
Manifesto Anti Dantas...actual.
Leiam o Manifesto de José Almada Negreiros, de 1917. Leiam. Substituam os nomes do passado pelos do presente. MORRA O DANTAS. MORRA. PUM!
Comentários 11 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub