Anterior
Casa Pia: CS Magistratura indefere pedido da defesa de Silvino
Seguinte
Isaltino garante que lutará "até ao fim"
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   A nova lei é recebida como ataque a uma religião

A nova lei é recebida como ataque a uma religião

O comentário de Daniel Ribeiro, correspondente do Expresso em Paris, sobre a proibição do véu islâmico em França.
|

Opinião


Multimédia

Lombinho de porco com broa e batata a murro

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Desaparecidos para sempre no Mar do Norte

O dia 15 de novembro já foi feriado, há 90 anos. A razão foi o desaparecimento de Sacadura Cabral algures no Mar do Norte. Depois de fazer mais de oito mil quilómetros de Lisboa ao Rio de Janeiro, o aviador pioneiro não conseguiu completar o voo entre a cidade holandesa de Amesterdão e a capital portuguesa. Ainda hoje, não se sabe o que aconteceu ao companheiro de Gago Coutinho e tio-avô de Paulo Portas, a quem o Expresso pediu um sms.

Os muros do mundo

Novembro relembrou-nos os muros que caem, mas também os que permanecem e os que se expandem. Berlim aproximou-se de si própria há 25 anos, mas há muros que continuam a desaproximar. Esta é a história de sete deles - diferentes, imprevisíveis, estranhos.

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola. Em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

O papa-medalhas que veio do espaço

O atleta português mais medalhado de sempre, Francisco Vicente, regressou dos campeonatos europeus de veteranos, na Turquia, com novas lembranças ao pescoço. Três de ouro e duas de prata para juntar à coleção. Tem 81 medalhas, uma por cada ano de vida.

Terror religioso está a aumentar

Relatório sobre a Liberdade Religiosa é divulgado esta terça-feira em todo o mundo. Dos 196 países analisados, só em 80 não há indícios de perseguições motivadas pela fé.

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 


Comentários 93 Comentar
ordenar por:
mais votados
O véu e as plumas!
Sou contra o uso do véu islâmico, da mesma forma que sou contra o uso da plumagem amaricada dos papagayos que por aqui pululam!
Não podemos ter dois pesos e duas medidas!
No mundo ocidental, é permitida a prática religiosa de todos os cultos, apesar de alguns papagayos ateus, acharem que isso os incomoda!
       
Re: O véu e as plumas!
Não vou entrar na discussão por falta de tempo

Mas permito-me destacar a excelência dos discursos tolerantes proferidos por tantos cristãos.

São eles os primeiros a dizer que ficam muito ofendidos quando os ateus apontam o dedo às suas crenças, costumes, hábitos, rituais, etc., mas são eles os primeiros a demonstrar que, afinal de contas, o respeitinho pelas crenças alheias só se aplica a eles.

PS: não estou, neste caso, a criticar ou a defender a proibição de uso da burka; estou, apenas e tão só, a destacar a contradição evidente nos discursos de muitos crentes, para quem o respeito só se aplica às suas crenças, hábitos, costumes e rituais.
Re: ...mas ataca cristãos!!!!!!!!!!
Re: ...mas ataca cristãos!!!!!!!!!!
Os cristãos o quê?!?!?!?
VIVE LA FRANCE!
Re: VIVE LA FRANCE!
Re: VIVE LA FRANCE!
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Teste
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
E depois, a igreja idólatra de roma é criminosa...
Re: E depois, a igreja idólatra de roma é criminos
A igreja católica idólatra de roma é criminosa
Re: A igreja católica idólatra de roma é criminos
Re: A igreja católica idólatra de roma é criminos
A igreja católica idólatra de roma só tem disto?
Re: E depois, a igreja idólatra de roma é criminos
LAGO DO FOGO PARA ALDRABÕES
Re: LAGO DO FOGO PARA ALDRABÕES
Re: LAGO DO FOGO PARA ALDRABÕES
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Ó RABETA,O AMADINEJAD ANDA Á TUA PROCURA
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
teste
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
DESCULPE??????? COMO?
Re: DESCULPE??????? COMO?
Paulo, muito rapidamente que não tenho grande temp
Re: Paulo, muito rapidamente que não tenho grande
Homem, deixe-se de ridicularias
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
Re: Os cristãos o quê?!?!?!?
VIVE LA FRANCE!
-Allons enfants de la Patrie
Le jour de gloire est arrivé !
Contre nous de la tyrannie
L'étendard sanglant est levé
L'étendard sanglant est levé
Entendez-vous dans nos campagnes
Mugir ces féroces soldats?
Ils viennent jusque dans vos bras.
Égorger vos fils, vos compagnes!
-Aux armes citoyens
Formez vos bataillons
Marchons, marchons
Qu'un sang impur
Abreuve nos sillons
-Que veut cette horde d'esclaves
De traîtres, de rois conjurés?
Pour qui ces ignobles entraves
Ces fers dès longtemps préparés?
Français, pour nous, ah! quel outrage
Quels transports il doit exciter?
C'est nous qu'on ose méditer
De rendre à l'antique esclavage!
-Quoi ces cohortes étrangères!
Feraient la loi dans nos foyers!
Quoi! ces phalanges mercenaires
Terrasseraient nos fils guerriers!
Grand Dieu! par des mains enchaînées
Nos fronts sous le joug se ploieraient
De vils despotes deviendraient
Les maîtres des destinées.
-Tremblez, tyrans et vous perfides
L'opprobre de tous les partis
Tremblez! vos projets parricides
Vont enfin recevoir leurs prix!
Tout est soldat pour vous combattre
S'ils tombent, nos jeunes héros
La France en produit de nouveaux,
Contre vous tout prêts à se battre.
-Français, en guerriers magnanimes
Portez ou retenez vos coups!
Épargnez ces tristes victimes
À regret s'armant contre nous
Mais ces despotes sanguinaires
Mais ces complices de Bouillé
Tous ces tigres qui, sans pitié
Déchirent le sein de leur mère!
-Nous entrerons dans la carrière ...
Regresso às origens
Quem quer ficar onde não é desejado em terra alheia?
Solução: regresso a casa, ou outro tipo de solução final! :D
FRANÇA CORRE O RISCO DE NOVAS GUERRAS RACIAIS
Um caso que a primeira vista parece burlesco, pede, na verdade, profundas reflexões. Há nele um abismo. A proibição da burca, configurará na extrapolação da vontade do estado sobre a vontade do indivíduo. Se alguém quer, por livre e espontânea vontade, esconder-se do mundo sobre um manto negro, este direito individual deve ser protegido pelo Estado e não cerceado. O que não se deve permitir é que este hábito seja imposto a quem não quer adoptá-lo. Ou seja, o que deve ser proibido é a imposição e não a escolha. Se uma freira quer manter o seu voto de castidade, sua vida regrada e regida pelos conceitos da cristandade, bem. O que não se pode admitir é que a Igreja obrigue todas as mulheres a seguirem tal padrão de comportamento.A burca é um sinal de vínculo ao fundamentalismo. Ela significa que as mulheres não devem ter lugar na esfera pública e que elas devem ficar em casa. Se saírem, elas têm de se dissimular. Devemos aceitar essa concepção do lugar da mulher? Respondo tranquilamente não, cem vezes não. E eu não digo isso porque defendo uma tradição cultural ocidental, mas porque penso que as mulheres simplesmente fazem parte da humanidade. Nesse tema, o relativismo é sempre cúmplice dos totalitarismos.Sarkozi devia sim aceitar o uso da burca pois é algo que pertence a uma civilização e devemos respeitá-la. Vivemos num mundo em que todos somos iguais sem diderenças de cor, religiões, raças, linguas. QUE ATIREM a primeira pedra e verão o qiiue acomntece
VIVE LA FRANCE!
Re: VIVE LA FRANCE!
Re: VIVE LA FRANCE!
Re: FRANÇA CORRE O RISCO DE NOVAS GUERRAS RACIAIS
Re: FRANÇA CORRE O RISCO DE NOVAS GUERRAS RACIAIS
Re: FRANÇA CORRE O RISCO DE NOVAS GUERRAS RACIAIS
Re: FRANÇA CORRE O RISCO DE NOVAS GUERRAS RACIAIS
Re: FRANÇA CORRE O RISCO DE NOVAS GUERRAS RACIAIS
Re: FRANÇA CORRE O RISCO DE NOVAS GUERRAS RACIAIS
Re: FRANÇA CORRE O RISCO DE NOVAS GUERRAS RACIAIS
Re: FRANÇA CORRE O RISCO DE NOVAS GUERRAS RACIAIS
Re: FRANÇA CORRE O RISCO DE NOVAS GUERRAS RACIAIS
Re: FRANÇA CORRE O RISCO DE NOVAS GUERRAS RACIAIS
Re: FRANÇA CORRE O RISCO DE NOVAS GUERRAS RACIAIS
Re: FRANÇA CORRE O RISCO DE NOVAS GUERRAS RACIAIS
Re: FRANÇA CORRE O RISCO DE NOVAS GUERRAS RACIAIS
Re: FRANÇA CORRE O RISCO DE NOVAS GUERRAS RACIAIS
Re: FRANÇA CORRE O RISCO DE NOVAS GUERRAS RACIAIS
Crentes não, FIÉIS!!!
Re: FRANÇA CORRE O RISCO DE NOVAS GUERRAS RACIAIS
Francamente em pleno século XXI
O uso da Burga é um crime público em França, como o deveria ser em todo o mundo civilizado, assim como é o trabalho infantil, a pedofilia, a escravidão etc etc etc

Há toda uma panóplia de crimes em que as vitimas não têm conhecimento das sua condição de vitimas, mas não deixam de ser ignobeis por isso.

É uma ofensa à nossa civilização tão clara violação dos direitos pessoais. A Burga e os véus existem para oprimir as mulheres, mais, são manifestações da submissão ás hierarquias eclesiásticas que professam a opressão das mulheres, e como tal devem ser banidos da nossa sociedade.
Re: Francamente em pleno século XXI
Princípio basilar da segurança
É um princípio base que, enquanto em espaço público, um cidadão tenha que ser identificável.
Este princípio deve ser aplicado ao uso de burkas mas não só, também ao uso de máscaras, passa-montanhas e todos os itens destinados a impedir a identificação do seu utilizador. Com excepção de itens justificados por contexto ou saúde, tais como óculos de sol, máscaras hospitalares em pessoas com doença contagiosa ou máscaras durante o período de Carnaval.
Burqa escondida com voto de fora
Realmente, aparentemente não se consegue perceber esta esquerda. Se fossem fundamentalistas religiosos ou outro tipo de reacionários até se entendia este apego e condescendência à tradição religiosa conservadora e retrógada, mas vindo da esquerda bem pensante até parece um atentado à inteligência e à razão.

Mas a questão é sempre esta: O que é que os preocupa e o que é que ganham com isto? Resposta: A classe proletária dos países ocidentais está em decréscimo há decadas. Votos, pois claro!
Comentários 93 Comentar

Últimas


Pub