24 de abril de 2014 às 8:49
Página Inicial  ⁄  Sociedade  ⁄  A Lua aqui tão perto

A Lua aqui tão perto

Hoje à noite teremos uma Lua cheia muito especial, não apenas por ser a maior dos últimos 18 anos, mas também porque neste século só haverá 20 super-luas cheias semelhantes a esta. É uma oportunidade única para passarmos a noite em branco. 
Virgílio Azevedo (www.expresso.pt)

Hoje à noite teremos uma Lua cheia muito especial, não apenas por ser a maior desde 1993, mas também porque no século XXI só haverá 20 super-luas cheias semelhantes a esta, entre um total de 245.

Será uma noite deslumbrante, clara, límpida, plena, com um romantismo também muito especial, até porque coincide com o início da primavera. Enfim, é uma oportunidade única para passarmos a noite em branco. E em boa companhia...

Afinal de contas, a Lua é um dos maiores satélites naturais do nosso Sistema Solar, é a principal responsável pelas marés, e a tendência de os oceanos acompanharem o movimento da sua órbita atrasa em 0,002 segundo por século o movimento de rotação da Terra.

Filha da Terra


Parece uma ninharia, mas é por essa razão que a Lua se afasta do nosso planeta três centímetros por ano, em média. Apesar disso, é uma verdadeira filha da Terra, pelo menos a acreditar na teoria científica com mais adeptos.

Essa teoria, conhecida por Big Splash, diz que havia um planeta chamado Theia, com a dimensão de Marte, que no início da formação da Terra, há mais de quatro mil milhões de anos, chocou com ela, desintegrou-se e espalhou pelo espaço enormes pedaços de rocha no estado líquido.

Estes pedaços, parecidos com os asteroides que circulam entre Marte e Júpiter, foram-se juntando pouco a pouco, por ação da força de gravidade da Terra, e acabaram por formar o nosso único e romântico satélite natural, que nos acompanha sempre na nossa viagem pelo cosmos.

18 anos depois


Na última vez em que a Lua esteve tão perto da Terra como estará hoje à noite, Bill Clinton tinha apenas dois meses como Presidente dos EUA. Enfim, parece que foi há muito tempo, porque depois de Clinton já tivemos George W. Bush e Barack Obama à frente dos destinos da maior potência do planeta.

De acordo com David Luz, investigador do Observatório Astronómico de Lisboa, o perigeu da Lua (o ponto mais próximo da Terra, que sucede a cada 27,3 dias) atingirá o seu valor mais baixo desde o mínimo histórico de 8 de março de 1993.

"Isto sucede pela ação de outros astros, que influenciam a órbita da Lua", refere o astrónomo. Na prática, a Lua estará cerca de 6500 km mais perto, já que o valor médio do perigeu é cerca de 363 mil quilómetros.

Uma benesse para os astrónomos a observarem melhor, porque para além da Terra, a Lua é o único astro cuja geologia conhecemos em detalhe. Não apenas por estar tão perto de nós, mas também porque já deixámos as nossas pegadas no seu solo poeirento.

Clique aqui e envie-nos fotos da super-lua cheia


 

Comentários 8 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
O LOBO
Espero que Sócrates não se lembre de olhar para a lua porque já estou cansado de o ouvir palrar na TV e seria penoso ter que passar a noite de hoje a ouvi-lo UIVAR para a lua.
Re: O LOBO Ver comentário
Re: O LOBO Ver comentário
Também eu Ver comentário
Re: Também eu Ver comentário
Tratar da obsessão Ver comentário
Lua Minha, Lua Tua, Lua Amante...
E, eu cá já estou à espera desta linda noite de luar, até fiz uns versinhos e convidei minha Amada-Amante para passarmos a noite sob essa Luz Cristalina. Ui, sou apaixonado pela Lua!

Lua que te quero Nua
Lua das Noites Amantes

Vagas entre Estrelas Cintilantes
Lua Minha, Lua Tua, Lua Amante

Clara das Noites sem Sono
Lua Límpida e Flutuante sob o Azul do Mar

És Pura em Formosura
Amada, Amiga, Amante

Beijinhos para todos os amantes da Lua!
Vamos aproveitar
Com as coisas como estão o melhor é aproveitar a proximidade da Lua.
Lua! Aí vou eu....
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub