19 de abril de 2014 às 10:26
Página Inicial  ⁄  Atualidade / Arquivo   ⁄  A cerveja não faz barriga e até faz bem à saúde

A cerveja não faz barriga e até faz bem à saúde

Livro sobre alimentos produzidos em Portugal explica os benefícios da "trilogia da esplanada" - cerveja, amendoins e tremoços. Para comer sem culpa.
www.expresso.pt
A Capa do livro que anima a mesa do verão DR A Capa do livro que anima a mesa do verão

Esqueça essa velha ideia de que a cerveja faz barriga. Não há qualquer prova científica de que isso seja verdade.

Apesar do mito generalizado da "barriguinha de cerveja", os nutricionistas Pedro Carvalho e Vítor Hugo Teixeira garantem no livro "50 Super Alimentos Portugueses" (Matéria Prima Edições) que o consumo moderado desta bebida não só não provoca gordura localizada como pode ter benefícios para saúde, "principalmente pela melhoria da saúde óssea e cardiovascular".

"O que a ciência nos diz é que um consumo exagerado de cerveja (mais de um litro/dia) está irremediavelmente associado a um aumento de peso generalizado ao longo dos anos, não sendo observável uma acumulação de gordura especificamente na zona abdominal".

Pelo contrário, beber um ou dois copos por dia até faz bem aos ossos - "a interação entre o teor de álcool e o silício da cerveja consegue simultaneamente inibir a fuga de cálcio do osso" e "promover a formação óssea" - e aumenta o bom colesterol.

Mais: de acordo com os dois professores da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto, se compararmos com outras bebidas alcoólicas, a cerveja é a melhor opção: não tem açúcar, tem um baixo grau de álcool, tem mais de 90% de água, é uma fonte de vitaminas do grupo B e de alguns minerais, e tem efeito diurético.

Verão com a "trilogia da esplanada"


"Serve isto para dizer que pode beber cerveja sem sentimentos de culpa, mas também sem grandes entusiasmos", escrevem os autores, no livro que já está à venda em todo o país. "Beba-a com moderação e com uma guarda de honra composta por um pratinho de amendoins (com casca), tremoços, perceves, camarão ou ameijoas."

Todos estes petiscos, e muitos outros, são passados em revista ao longo do livro "50 Super Alimentos Portugueses", que conta a história e analisa as vantagens de dezenas de produtos produzidos em Portugal que devem fazer parte de uma alimentação saudável - uma forma "dois em um" de ganhar saúde e ajudar a economia nacional. O livro ainda inclui receitas para todos os alimentos apresentados.

Pedro Carvalho e Vítor Hugo Teixeira explicam, por exemplo, a que a chamada "trilogia da esplanada" - cerveja, amendoins e tremoços - não tem de ser um guilty pleasure.

O amendoim (com casca - nada de versões salgadas ou torradas com mel) "é um autêntico alimento-suplemento", por "concentrar num reduzido volume uma quantidade fantástica de nutrientes", como vitamina B1, B3, B6, E, K, ferro ou zinco. No entanto, como é altamente calórico, deve ser consumido com parcimónia - a outra boa notícia, é que o seu consumo moderado está associado a menores níveis de colesterol e treglicerídeos.

O tremoço, se é hoje conhecido como o marisco dos pobres, foi em tempos um alimento indispensável nas mesas mais abastadas. É muito pouco calórico e pobre em gordura, e tem uma boa capacidade de saciedade, pois possui 16% de proteínas e 5% de fibra. Os benefícios do seu consumo são vários: ao nível do funcionamento intestinal, do controlo glicémico e da diminuição do colesterol. Só tem de ter cuidado com o sal que lhe é acrescentado.

Comentários 27 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
Já a minha avó dizia isso e só tinha a 4.ª Classe!
Um dia, ainda irei descobrir que vivi menos dez anos por não ter optado em fumar umas ganzas.
Vem tudo isto a propósito, deste novo livro de "comes e bebes", versão erudita; amiúde aparecem nos escaparates das livrarias uns "tratados dietéticos", assinados por umas quantas estrelas, do cinema ao desporto, que escrevem verdadeiras enormidades.
O segredo da longevidade e boa saúde de qualquer ser humano, para além dos genes, está no equilibrio e no bom senso que cada um aplica à sua vida. O resto são teorias, que até podem "caber na pessoa do Manel, mas jamais serviriam para o João"!
Sem querer tirar o mérito do estudo dos nossos doutores, é óbvio que se eles dissessem por exemplo, que comer sopa e beber um copinho de vinho tinto ás refeições, faziam bem à saúde, toda a gente diria:
- Grande descoberta!! Já a minha avó dizia isso e só tinha a 4.ª Classe!!
Re: Já a minha avó dizia isso e só tinha a 4.ª Cla Ver comentário
E com o sufôco que aí vem ...

Optemos então pela "trilogia dos tesos" !!
Abençoados
Ao ler isto, a notícia vai seguir por mail para a minha controleira lá de casa, só me apetece dizer abençoados nutricionistas e vou comprar o livro, ou melhor dois livros. E viva o tremoço, mais a cervejinha.
Re: Abençoados Ver comentário
Re: Abençoados Ver comentário
Há estudos para todos os gostos, ou pagar mais
Qualquer dia aparece ai um estudo que prova que o cigarro faz bem aos chouriços... por via do fumo!
Marketing...


ou uma forma barata de publicitar o livro de uns amigos!
"A cerveja não faz barriga e até faz bem à saúde"
Pois não, apenas faz descair o peito.

Óbelix.
De tudo um pouco
e cada dia uma contradição. Aprecio a cerveja e, ainda, o amendoim, que costumeiramente torro em casa. Mas a fama da cerveja com relação à barriga, já está na boca do povo. E, agora, dizem justo o contrário, que faz bem e não engorda. A ser assim, qualquer dia desses ouviremos que a cocaína, em doses homeopáticas, de bom refino, fará bem para o humor. Rio Grande
Re: De tudo um pouco Ver comentário
Re: De tudo um pouco Ver comentário
Re: De tudo um pouco Ver comentário
Re: De tudo um pouco Ver comentário
a-cerveja-nao-faz-barriga-e-ate-faz-bem-a-saude
Até podem ter muita razão, mas quem sou eu para contrariar outro estudo, em que afirma que a cerveja torna os homens femininos.

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/04/cerveja-torna-os-homens-femininos.html
Nem mais!!
Já imprimi a notícia, vou emoldura-la e colocar em cima do frigorifico.
Espero que, assim, a matraca, cá de casa, se cale!
Ciência cervejeira
Deve-se tratar de um livro patrocinado por alguma cervejeira.
Faz bem?????
Só se for aos lucros dos donos das fábricas de cerveja. Vivó vinho e um bom copo, produto do chão e do trabalho que dá alegria e sustento a milhões!!!
Re: Faz bem????? Ver comentário
Com a crise...
Lá terei de me ficar pelos tremoços!
Saúde Mental
Eu até acho que se beber mais de 3 litros por dia até faz bastante bem ao estado animico. Dessa forma dá para esquecer a desgraça que isto anda e ainda dormir com mais facilidade. Vivó estudo e Vivó Libro desses iluminados.
pois
eu até acredutaria nos moços, mas têm mais ar de quem bebe copinhos de leite do que cervejinha.
Anda sempre nervoso
Eu tenho um amigo que acalma os nervos com uma garrafa de cerveja.
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub