Anterior
SATA e TAP não cancelam voos para os Açores
Seguinte
Furacão Gordon perde força à chegada aos Açores
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   A cerveja não faz barriga e até faz bem à saúde

A cerveja não faz barriga e até faz bem à saúde

Livro sobre alimentos produzidos em Portugal explica os benefícios da "trilogia da esplanada" - cerveja, amendoins e tremoços. Para comer sem culpa.
|
A Capa do livro que anima a mesa do verão
A Capa do livro que anima a mesa do verão / DR

Esqueça essa velha ideia de que a cerveja faz barriga. Não há qualquer prova científica de que isso seja verdade.

Apesar do mito generalizado da "barriguinha de cerveja", os nutricionistas Pedro Carvalho e Vítor Hugo Teixeira garantem no livro "50 Super Alimentos Portugueses" (Matéria Prima Edições) que o consumo moderado desta bebida não só não provoca gordura localizada como pode ter benefícios para saúde, "principalmente pela melhoria da saúde óssea e cardiovascular".

"O que a ciência nos diz é que um consumo exagerado de cerveja (mais de um litro/dia) está irremediavelmente associado a um aumento de peso generalizado ao longo dos anos, não sendo observável uma acumulação de gordura especificamente na zona abdominal".

Pelo contrário, beber um ou dois copos por dia até faz bem aos ossos - "a interação entre o teor de álcool e o silício da cerveja consegue simultaneamente inibir a fuga de cálcio do osso" e "promover a formação óssea" - e aumenta o bom colesterol.

Mais: de acordo com os dois professores da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto, se compararmos com outras bebidas alcoólicas, a cerveja é a melhor opção: não tem açúcar, tem um baixo grau de álcool, tem mais de 90% de água, é uma fonte de vitaminas do grupo B e de alguns minerais, e tem efeito diurético.

Verão com a "trilogia da esplanada"


"Serve isto para dizer que pode beber cerveja sem sentimentos de culpa, mas também sem grandes entusiasmos", escrevem os autores, no livro que já está à venda em todo o país. "Beba-a com moderação e com uma guarda de honra composta por um pratinho de amendoins (com casca), tremoços, perceves, camarão ou ameijoas."

Todos estes petiscos, e muitos outros, são passados em revista ao longo do livro "50 Super Alimentos Portugueses", que conta a história e analisa as vantagens de dezenas de produtos produzidos em Portugal que devem fazer parte de uma alimentação saudável - uma forma "dois em um" de ganhar saúde e ajudar a economia nacional. O livro ainda inclui receitas para todos os alimentos apresentados.

Pedro Carvalho e Vítor Hugo Teixeira explicam, por exemplo, a que a chamada "trilogia da esplanada" - cerveja, amendoins e tremoços - não tem de ser um guilty pleasure.

O amendoim (com casca - nada de versões salgadas ou torradas com mel) "é um autêntico alimento-suplemento", por "concentrar num reduzido volume uma quantidade fantástica de nutrientes", como vitamina B1, B3, B6, E, K, ferro ou zinco. No entanto, como é altamente calórico, deve ser consumido com parcimónia - a outra boa notícia, é que o seu consumo moderado está associado a menores níveis de colesterol e treglicerídeos.

O tremoço, se é hoje conhecido como o marisco dos pobres, foi em tempos um alimento indispensável nas mesas mais abastadas. É muito pouco calórico e pobre em gordura, e tem uma boa capacidade de saciedade, pois possui 16% de proteínas e 5% de fibra. Os benefícios do seu consumo são vários: ao nível do funcionamento intestinal, do controlo glicémico e da diminuição do colesterol. Só tem de ter cuidado com o sal que lhe é acrescentado.


Opinião


Multimédia

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 

Crumble. A sobremesa mais fácil do mundo

Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida, especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.


Comentários 27 Comentar
ordenar por:
mais votados
Já a minha avó dizia isso e só tinha a 4.ª Classe!
Um dia, ainda irei descobrir que vivi menos dez anos por não ter optado em fumar umas ganzas.
Vem tudo isto a propósito, deste novo livro de "comes e bebes", versão erudita; amiúde aparecem nos escaparates das livrarias uns "tratados dietéticos", assinados por umas quantas estrelas, do cinema ao desporto, que escrevem verdadeiras enormidades.
O segredo da longevidade e boa saúde de qualquer ser humano, para além dos genes, está no equilibrio e no bom senso que cada um aplica à sua vida. O resto são teorias, que até podem "caber na pessoa do Manel, mas jamais serviriam para o João"!
Sem querer tirar o mérito do estudo dos nossos doutores, é óbvio que se eles dissessem por exemplo, que comer sopa e beber um copinho de vinho tinto ás refeições, faziam bem à saúde, toda a gente diria:
- Grande descoberta!! Já a minha avó dizia isso e só tinha a 4.ª Classe!!
Re: Já a minha avó dizia isso e só tinha a 4.ª Cla
E com o sufôco que aí vem ...

Optemos então pela "trilogia dos tesos" !!
Abençoados
Ao ler isto, a notícia vai seguir por mail para a minha controleira lá de casa, só me apetece dizer abençoados nutricionistas e vou comprar o livro, ou melhor dois livros. E viva o tremoço, mais a cervejinha.
Re: Abençoados
Re: Abençoados
Há estudos para todos os gostos, ou pagar mais
Qualquer dia aparece ai um estudo que prova que o cigarro faz bem aos chouriços... por via do fumo!
Marketing...


ou uma forma barata de publicitar o livro de uns amigos!
"A cerveja não faz barriga e até faz bem à saúde"
Pois não, apenas faz descair o peito.

Óbelix.
De tudo um pouco
e cada dia uma contradição. Aprecio a cerveja e, ainda, o amendoim, que costumeiramente torro em casa. Mas a fama da cerveja com relação à barriga, já está na boca do povo. E, agora, dizem justo o contrário, que faz bem e não engorda. A ser assim, qualquer dia desses ouviremos que a cocaína, em doses homeopáticas, de bom refino, fará bem para o humor. Rio Grande
Re: De tudo um pouco
Re: De tudo um pouco
Re: De tudo um pouco
Re: De tudo um pouco
a-cerveja-nao-faz-barriga-e-ate-faz-bem-a-saude
Até podem ter muita razão, mas quem sou eu para contrariar outro estudo, em que afirma que a cerveja torna os homens femininos.

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/04/cerveja-torna-os-homens-femininos.html
Nem mais!!
Já imprimi a notícia, vou emoldura-la e colocar em cima do frigorifico.
Espero que, assim, a matraca, cá de casa, se cale!
Ciência cervejeira
Deve-se tratar de um livro patrocinado por alguma cervejeira.
Faz bem?????
Só se for aos lucros dos donos das fábricas de cerveja. Vivó vinho e um bom copo, produto do chão e do trabalho que dá alegria e sustento a milhões!!!
Re: Faz bem?????
Com a crise...
Lá terei de me ficar pelos tremoços!
Saúde Mental
Eu até acho que se beber mais de 3 litros por dia até faz bastante bem ao estado animico. Dessa forma dá para esquecer a desgraça que isto anda e ainda dormir com mais facilidade. Vivó estudo e Vivó Libro desses iluminados.
pois
eu até acredutaria nos moços, mas têm mais ar de quem bebe copinhos de leite do que cervejinha.
Anda sempre nervoso
Eu tenho um amigo que acalma os nervos com uma garrafa de cerveja.
Comentários 27 Comentar

Últimas

Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub