Siga-nos

Perfil

Expresso

Capas

Trump diz que seria divertido derrotar Oprah

Chris Kleponis-Pool/Getty Images

O comentário do Presidente dos Estados Unidos surge após a intervenção da conhecida apresentadora, quando recebia o Globo de Ouro de carreira, ter alimentado rumores sobre uma candidatura às eleições de 2020 para a Casa Branca

Donald Trump manifestou esta terça-feira o seu ceticismo relativamente aos rumores sobre uma candidatura de Oprah Winfrey às presidenciais norte-americanas de 2020, acrescentando contudo estar convicto que, caso isso acontecesse mesmo, iria derrotar a conhecida apresentadora.

“Eu não penso que ela irá concorrer. Eu conheço-a muito bem”, referiu, durante um encontro com deputados na Casa Branca, referindo em seguida: “Eu irei derrotar a Oprah. A Oprah teria muita piada”.

Os rumores sobre a candidatura proliferaram após a intervenção de Oprah na cerimónia em que recebeu o Globo de Ouro carreira Cecil B. DeMille, no domingo, onde não fechou a porta a essa hipótese.

Entretanto, a filha mais velha e conselheira do Presidente, Ivanka Trump, escreveu segunda-feira uma mensagem no Twitter a elogiar a “inspiradora” intervenção de Oprah.

A conhecida apresentadora invocou o movimento de defesa dos direitos cívicos dos Estados Unidos para se referir à proliferação de denuncias de assédios e abusos sexuais em Hollywood.

“Durante demasiado tempo as mulheres não foram ouvidas ou encaradas como credíveis quando ousavam dizer a verdade perante o poder daqueles homens. Mas esse tempo acabou. O seu tempo acabou”, declarou Oprah.

“Acabei de ver o empoderador e inspirador discurso de @Oprah no Globos de Outro da noite passada. Vamos todos juntar-nos, mulheres & homens, & dizer #TIMESUP! #United” (#TEMPOACABOU! #Unidos), escreveu depois Ivanka Trump na rede social.