22
Anterior
Biblioteca de 30 mil obras vendida a livreiro lisboeta
Seguinte
Prémios Goya distinguem filme mudo 'Blancanieves'
Página Inicial   >  Cultura  >   50 obras de arte que toda a gente deve ver

50 obras de arte que toda a gente deve ver

Meia centena de obras de arte fundamentais para ver em todo o mundo, mas também em Portugal.
|
50 obras de arte que toda a gente deve ver

A tarefa é ciclópica e as opções necessariamente subjetivas, mas escolher 50 obras de arte essenciais em toda a história da arte é não apenas um exercício de divulgação mas também uma forma de os críticos apresentarem a sua família mais chegada.

Esta seleção teve dois critérios primordiais: a eleição de obras formadoras para quem escolheu (cultural e afetivamente) e a inclusão de uma boa percentagem das obras que se podem ver em Portugal. Ninguém viu tudo nem valoriza tudo da mesma maneira, mas também isso torna interessante o ter de escolher. Podem não estar aqui todos os tesouros que deveríamos ver, mas os que estão valem, certamente, cada uma das viagens.

Escolhas de Celso Martins, Jorge Calado e José Luís Porfírio

.

Opinião


Multimédia

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 

Crumble. A sobremesa mais fácil do mundo

Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida, especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 22 Comentar
ordenar por:
mais votados
Caros senhores... Agora façam a seleção das...

Agora, façam a seleção de 50 obras de arte portuguesas que toda a gente em Portugal deve conhecer e ver...

Seria uma boa contribuição para divulgar o que de melhor se fez em Portugal...

Será que não há? Ou será que os autores dessa ideia não têm conhecimentos suficientes, para fazer o mesmo no caso de Portugal ?

Senhores Celso Martins, Jorge Calado e José Luís Porfírio: isto é um repto, não é um reto como muitos costumam pronunciar... Aqui o "P" pronuncia-se para que não haja confusões desastrosas....

Ah!! Bom... Certamente, tem que haver a anuência do Doutor Balsemão... É... Mas... Não acho que seja difícil consegui-la.
Dúvidas infundadas
Não tem ?
pontos nos is
Não tem razão
Não pretendo ter razão...
"ver s/ sair de Lisboa" ?
concordo
Contribúo com esta (museu de arte antiga)
Não é uma
...
Adorei esta colectânea... Parabéns ao Expresso...

É impressionante como nas várias épocas, os estilos diferentes recriam nas diferentes formas de o representar … Até o objecto inanimado e mais insignificante aos nossos olhos tem uma importância desmedida ... basta olhar com olhos de ver...
Talento ... fonte e fermento que brota e vaza nas "margens" do ser humano ... e se transforma em arte... Onde a beleza da pintura e cor brilha como cristais no firmamento das telas... exibindo quadros de tonalidades contagiantes com o domínio das cores que iluminam o universo de cada homem... o observador o nosso ser... em vários tempos...
Todas estas quadros numa sintonia multicolor, feitos de explanação da criatividade e actratividade em constante movimento e grandiosidade que enobrece o Sonho do Homem numa alquimia espectacular que nos transcende a nós meros espectadores e o Autor e nos traz tantos momentos de BELEZA ao Nosso mundo de Materialidade...

Arte?!
Enfim.. sem duvida que estão algumas das obras mais soberbas e conhecidas! mas a 1ª é um urinol e a 39ª é arte?! entre outras... Será que Celso Martins, Jorge Calado e José Luís Porfírio nunca passaram pela estação de S. Bento, Porto, para ver arte?! e as pinturas de Miguel Ângelo na capela Sistina não merecem estar nas 50 que toda a gente deve ver?! Como sou de "Ciências" não devo perceber um c****** de arte...
E porque não?
Orange and Yellow
"Ora esta!", disse Mark. "Mas que tremenda maçada...". Com tristeza olhou para a tela quase novinha em folha, toda estragada pela pasta de acrílico.
"Viegass! Gato malvaadoo!" gritou. Retirou o lenço da cabeça, coçou as sobrancelhas e pensou "Bem, sempre a posso usar para limpar os pincéis. Convém sempre poupar uns dimes em diluentes...". Nas escadas encontrou a Mary que vinha para limpar o estúdio. "Boa tarde Mary. Olhe não se esqueça de enviar a tela que está em cima da mesa para o endereço que lhe dei ontem. A que está encostada à parede é para deitar fora." Mary anuiu, empinou o nariz e despediu-se.
Que aperto...
Para ver um urinol vou a um mictório. Isto não quer dizer que esta obra não foi importante, que o foi, mas a nível conceptual. Que se pode apreciar numa obra destas? Esta obra é simbólica e vale como tal.
Obra de Génio!
Boa parte de uma parte...
"Tarefa ciclópica"," opções necessariamente subjectivas" - nem seria necessário dizer. Os critérios, porém, logo restringem: "obras formadoras para quem escolheu (cultural e afetivamente)" e "boa percentagem de obras q se podem ver em Portugal". Critérios honestos e respeitáveis de gente competente.Parece-me, no entanto, q o título devia acautelar que NÃO se trata de "toda a história da arte", mas apenas de uma parte de parte dessa história. De facto, trata-se exclusivamente da história da arte OCIDENTAL e com exclusão de partes fundamentais dela, nomeadamente da ARQUITETURA ( total exclusão) e da ESCULTURA ( 1 única obra; e parece que por deferência pelo 2ª critério). De todo o modo só o 1º dos ditos critérios levado ao extremo parece poder explicar a presença significativa da fotografia e que seja M. Duchamp o único artista c/ 2 obras escolhidas. Com estas reservas, tiro o meu chapeu aos selecionadores, q possivelmente não são responsáveis pelo texto e título.
muito giro...
são gostos...

só uma questão como é que não aparece um Leonardo, um Donatello, um Rafael, para falar nos génios renascentistas (só um Miguel Ângelo e mesmo assim danificado) ou até mesmo um "impressionante" Dali nas 50 obras de arte que todos devem ver, mas aparece um urinol com rabiscos feitos a caneta de acetato???

tenham uma boa manhã
E já foram vistas!
Agora posso morrer feliz...
Olhe que não!
NAVIO BOLAMA
Saiba mais sobre o misterioso naufrágio do navio Bolama ocorrido a 4 de Dezembro de 1991 em águas portuguesas. Trinta mortes esquecidas... Veja o Blog de investigação: naviobolama.blogspot.com
Miró,Miró,Miró,já
O que a maioria dos portugueses quer ver são os tais quadros do Miró.Quem foi Miró? Bom,isso não interessa.Queremos Miró já
Comentários 22 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub