Anterior
CGTP: milhares protestam contra a pobreza
Seguinte
Jerónimo de Sousa: "É preciso recuar 32 anos para assistir a uma coisa ...
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   300 mil manifestaram-se em Lisboa contra pobreza

300 mil manifestaram-se em Lisboa contra pobreza

A CGTP juntou em Lisboa mais de 300 mil pessoas contra a pobreza e a austeridade. "Vamos fazer do Terreiro do Paço o Terreiro do Povo", foi o lema dado pela central sindical.
Lusa |

Mais de 300 mil pessoas de todo o país juntaram-se hoje no Terreiro do Paço, em Lisboa, contra as desigualdades e o empobrecimento, disse hoje Arménio Carlos.

Os números foram avançados pelo secretário-geral da Confederação Geral de Trabalhadores Portugueses (CGTP,) na abertura do discurso que marcou o fecho da manifestação, que com 300 mil trabalhadores foi "a maior manifestação jamais vista em Lisboa nos últimos 30 anos", de acordo com o sindicalista.

Pouco antes da intervenção, Arménio Carlos aproveitava o espaço debaixo do camião que servia de palco (e que no momento era ocupado por músicos que animavam os manifestantes) para, acocorado, rever o discurso.

A Intersindical marcou esta manifestação no início do ano com o lema "Vamos fazer do Terreiro do Paço o Terreiro do Povo".


Opinião


Multimédia

Cheesecake com manjericão e doce de tomate

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 204 Comentar
ordenar por:
mais votados
300 mil? - E se fossem 500 mil ????
300 mil !!!!!!!!!!!

Na Grécia eles reúnem-se aos milhares e milhares,
eles fazem greves-gerais atrás de greves-gerais,
e o que é que resolveram?

Bom, ficaram mais pobres! Cada vez mais pobres!

É esse o objectivo dos sindicalistas?

É esse o objectivo da CGTP?

Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Desculpe meu caro Carlos-Carlos. Você tem uma
Re: Desculpe meu caro Carlos-Carlos. Você tem uma
Re: Desculpe meu caro Carlos-Carlos. Você tem uma
Re: Desculpe meu caro Carlos-Carlos. Você tem uma
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Essa é tão baixa...
Re: Essa é tão baixa...
Re: Essa é tão baixa...
Re: Essa é tão baixa...
Re: Essa é tão baixa...
Re: Essa é tão baixa...
Não, carlinhos tonto!
Re: Não, carlinhos tonto!
Re: Tonteria
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
É para rir?
Re: É para rir?
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Re: 300 mil? - E se fossem 500 mil ????
Vómito da Demagogia
Esta manifestação serve para o novo secretário-geral se mostrar. Mais nada!!!
Serve assim para o vómito da demagogia. Ninguém apresenta soluções, apenas dizem que esta não é a solução.
E andamos nisto entretidos com queixas e mais queixas... e depois reciclamos a mesmas queixas e arranjamos novas queixas.
Re: Vómito da Demagogia
Re: Vómito da Demagogia
Re: Vómito da Demagogia
Re: Vómito da Demagogia
Re: Vómito da Demagogia
Re: Vómito da Demagogia
Re: Vómito da Demagogia
Re: Vómito da Demagogia
Ninguém bate a manipulação e demagogia do
Re: Vómito da Demagogia
Re: Vómito da Demagogia
Re: Vómito da Demagogia
Re: Vómito da Demagogia
Re: Vómito da Demagogia
Re: Vómito da Demagogia
Re: Vómito da Demagogia
Re: Vómito da Demagogia
Re: Vómito da Demagogia
300 mil??????
O Santuário de Fátima já reconheceu que no seu recinto não cabem mais de 240 a 250 mil, como é que na “minúscula” Praça do Comércio cabem 300 mil, ou será que a crise já nos fez emagrecer de tal maneira que passámos a caber no Terreiro do Paço?
Senhores jornalistas e sindicalistas arrisquem e falem de verdadeiro números revolucionários UM MILHÃO de portugueses na Praça do Comércio, isso sim, é um número impressivo e esmagador, 300 mil são miúdos! E aí sim veríamos os olhos de Jerónimo de Sousa saírem-lhe pelas órbitas e o governo cairia submisso e a Troika já nem viria para a semana.
Viva a mentira!
Viva a hipocrisia!
Viva as forças comunistas salazarentas, pobrezinhos, mas honrados!
Re: 300 mil??????
Re: 300 mil??????
15 pessoas por metro quadrado
O terreiro do Paço tem 35500 m2 brutos e aproveitaveis para parqueamento de pessoas cerca de 20000 m2.
O que se assistiu no Terreiro do Paço foi um verdadeiro milagre.
Re: 15 pessoas por metro quadrado
Re: 15 pessoas por metro quadrado
Re: 15 pessoas por metro quadrado
Re: 15 pessoas por metro quadrado
Re: 15 pessoas por metro quadrado
Pelos vistos ainda há quem não fique em casa
há espera que os outros lutem pelos seus direitos...
Um bem haja a todos os que estiveram por lá - cá de longe estive convosco
Boa imprensa
O PCP e as suas organizações satélites, continuam a ter boa imprensa, são bem tratados pelos repórteres e hoje tiveram um dia feliz.
  Ninguém contestou a fantasia dos 300 mil nem da maior manifestação em 32 anos, ninguém lhes perguntou o que pretendem obter com estes ajuntamentos, ninguém lhes perguntou se acreditam no derrube de governos eleitos, com maioria parlamentar estável, por via de passeatas pagas a Lisboa, a muita gente que, doutra maneira não tinham dinheiro para a viagem.

Lembro-me de uma manifestação salazarista,no Terreiro do Paço. em que também vinha o pessoal em camionetas, com o respectivo farnel .

Curiosamente a qualidade do nosso jornalismo deixa muito a desejar e nenhum procurou descortinar a verdadeira razão para a manifestação.

Esta manifestação foi organizada para mostrar quem manda nas massas, para cortar veleidades de autonomia sindical e para vincar que quem manda é o PCP, com os seus funcionários ostensivamente no comando.

É também uma lição para o Carvalho da Silva e alguns sindicalistas não comunistas que andam por ali, para lhes dizer que não fazem lá falta nenhuma.
Re: Boa imprensa
Não consigo entender os comentários aqui
postados. Se não há manifestação, é em razão de serem os portugueses uns agachados. Se fazem manifestação, mentem sobre o número de presentes, são comunistas de carteirinha, um bando provável de desordeiros e, por fim, que a atitude em nada contribui para tirar Portugal da cola da Grécia. Provavelmente nunca vou entender a ambiguidade dos residentes em Portugal, posto que dos muitos no mundo exterior e, principalmente no Brasil, consigo compreender a começar por meu próprio pai, um velhinho de 87 anos que está findando seus dias em Fortaleza, depois de uma longa vida de trabalho, de muitos recomeços e pouca lamúria. Sempre lutou por suas coisas, por sua comunidade de trabalho e quando insatisfeito, não teve medo de revolucionar. Nunca ganhou nada de graça. Sempre acreditou na união, na união que faz a diferença, que carrega a força e afasta o pessimismo. Ele sempre prega que ao trabalhador só há o caminho da união, a única fortuna que pode enfrentar a riqueza dos donos do capital. Rio Grande
Re: Não consigo entender os comentários aqui
Re: Não consigo entender os comentários aqui
Pois
Não se cansem!... Trezentos mil ou cento e cinquenta mil, é quase indiferente. Eu, que estive lá, nunca vi em Lisboa uma manifestação deste tamanho. E à medida que as as políticas imbecis destes governantes forem produzindo os seus inevitáveis resultados, o número de manifestantes irá aumentando, até que bastará que todos soprem ao mesmo tempo, na mesma direcção, para varrer estes imbecis para bem longe de nós.
Re: Pois
Re: Pois
Re: Totó
Re: Totó
Re: Pois
Re: Pois
Re: Pois
    Re: Pois []   Fechar Fechar
(fimdalinha (seguir utilizador), 1 ponto , 9:52 | Segunda feira, 13 de fevereiro de 2012)
então qd se acabar o dinheiro para ordenados e pensões como vão viver os nossos pobres politicos"idosos" sem a reforma míseravel que lhes pagam que mal dá para as despesas ? e será que ainda haverá dinheiro para pagar aos "génios" da gestão que estão á frente da maioria das empresa publicas ? Lá vamos perder mais cerebros que vão fugir para países que há muito cobiçam as suas cabeças... e esses cerebros apenas estão cá por uma questão de patriotismo...
 
 
Parabens a todos os portugueses que lutam
para mudar esta situação, porque a história não chegou ao fim como muitos queriam. A Historia nos ensina que sempre houve periodos negros e outros de regeneração...
O Benfica é maior que a CGTP
Se estavam 300 mil no Terreiro do Paço estimo que houvesse uns 500 mil benfiquistas na Luz. Pelo menos.
......................................
E não há nenhum orgão de informação que ridicularize as afirmações do sr. Arménio?
Há uns tempos atrás lembro-me de ter
visto um jovem empreendedor na televisão dizer uma coisa na qual eu acredito. Dizia ele; há dois tipos de pessoas, as que choram e as que lhe vendem lenços. Tenho a certeza que ele esteve na manif a vender bifanas!

É que uma coisa é certo, estas manifestações ao fim de semana fazem mexer a economia, são os transportes, as gráficas, a restauração, os palcos, som, as bandeiras, os megafones, enfim, é um sem número de pequenas empresas que beneficiam com estas coisas.

O governo e os empresários do turismo deviam pensar seriamente em investir na atracção deste tipo de turismo, quiçá até importar umas manifs do estrangeiro, e criar uns pacotes que incluíssem voo, estadia, cartazes, bifanas, um megafone e um lenço encarnado, e com a garantia de que por cá não há porrada da polícia de choque, gás lacrimogéneo, prisões etc.

Há os que vêm a luz ao fundo do túnel e andam para a frente em passo acelerado, e os que estão tão convencidos que a luz é um comboio em sentido contrário, que começam a correr para trás!
Re: Há uns tempos atrás lembro-me de ter
Re: Há uns tempos atrás lembro-me de ter
Re: Há uns tempos atrás lembro-me de ter
Re: Há uns tempos atrás lembro-me de ter
Re: Há uns tempos atrás lembro-me de ter
Re: Há uns tempos atrás lembro-me de ter
Re: Há uns tempos atrás lembro-me de ter
Re: Há uns tempos atrás lembro-me de ter
O facho passos não fica muito incomodado
E felizmente as tvs não têm imagens de violência para exibir mundo fora, para os juros subirem outra vez.

Isto não é de manifs.
É nas urnas, onde ver os trabalhadores votarem maoritariamente em quem lhes retira todos os direitos é algo entre triste e patético.
E é nos anonymos, que eu peço que obtenham e divulguem os núemros de toda a pouca vergonha dos jobs e do despesismo do estado/governo e da venda a desbarato e em troca de tachosd e 45000€ de tudo o que valha alguam coisa ( o activo melhor são os monopólios de água luz e energia, não há como fugir)
300 Mil????
Os números avançados pela CGTP devem estar muito inflacionados, 300 mil é impossível perante as imagens que foram transmitidas nas TVs.

Alías nem chegará aos 100 mil, quanto mais 300 Mil!!!

Fala-se em centenas de Camionetas, eram necessárias vários milhares para meter 300 mil pessoas em lisboa e mesmo considerando que muitos tenham vindo pelos seus meios de transporte...

A demagogia deste novo secretário Geral é notável, Comuna ortodoxo que só quer mais direitos e regalias, esquecendo-se de explicar que para isso é necessário um país com riqueza que sustente todos esses direitos...

UM POUCO MAIS DE RIGOR...
"Mais de 300 mil pessoas de todo o país juntaram-se hoje no Terreiro do Paço, em Lisboa", diz a CGTP. Sem querer minimizar a importância desta jornada de luta, sria bom algum rigor quando falamos de números.
A Praça do Comércio tem uma configuração quase quadrada, com 180 m X 190 m - confirmem no Google; ou seja, cerca de 34.200 m2, o que significaria uma densidade de aproximadamente 9 pessoas/ m2, caso o número de manifestantes na Praça fossem os 300.000 indicados pela CGTP.
Ora quem conheça a forma como as pessoas se distribuem ao longo de uma concentração de massas, facilmente perceberá que a densidade indicada será impossivel de atingir...por outras palavras, na Praça do Comércio terão estado metade das pessoas indicadas, ou seja 150 mil pessoas, com uma densidade aproximada de 5 pessoas/m2.
Para os apologistas da submissão do povo
"Cá entre nós, a servidão, de preferência sorridente, é pois inevitável. Mas não o devemos reconhecer. Quem não pode fugir a ter escravos, não valerá mais que os chame homens livres? Por princípio, em primeiro lugar, e depois para os não desesperar. É-lhes bem devida esta compensação, não acha? Deste modo eles continuarão a sorrir e nós manter-nos-emos de consciência tranquila. Sem o que, seríamos forçados a voltar-nos para nós mesmos, ficaríamos loucos de dor, ou até modestos, tudo é de temer".

Albert Camus, A Queda, do site Citador.
Comentários 204 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub