17 de abril de 2014 às 22:20
Página Inicial  ⁄  Economia  ⁄  22 empresas galardoadas pela Exame

1000 Melhores PME

22 empresas galardoadas pela Exame

A Pegop foi eleita a melhor empresa do ano, segundo o ranking das melhores PMEs elaborado pela Exame. 

A Pegop foi a estrela dos prémios da  EXAME às melhores PMEs do ano entregue a 27 de fevereiro na sede da Caixa Geral de Depósitos, parceira da iniciativa, e os dados constam de um trabalho publicado na edição de março da revista, que chega às bancas esta semana.

O estudo é feito em exclusivo para a EXAME pela Informa D&B e pela Deloitte. Na cerimónia estiveram presentes José Matos, presidente executivo da CGD e Francisco Pinto Balsemão, presidente do Grupo Impresa, que edita a revista Exame.

Foram premiadas empresas de 22 sectores tão diferentes como a agrodindústria, a celulose e papel, química, têxteis e com localizações como Braga, Portalegre, Bragança, Viana do Castelo, além de Lisboa, Porto, Leiria e Aveiro.

O crescimento dos lucros das 1000 melhores PMEs continua a abrandar. Em 2008, as melhores PMEs viram os lucros crescerem 40,3%. Em 2009, o crescimento foi de 16%. Em 2010, o ano em análise, o crescimento foi de 15%.  O volume de negócios destas empresas subiu 14%. Mas, em termos genéricos, um quarto das melhores 1000 PMEs não conseguiu crescer no período analisado. 

Destas 1000 PMEs, metade aumentou o número de colaboradores.  Apesar do crescimento nos lucros ter abrandado, só 9% das empresas registaram prejuízos, quando, em 2009, 11,4% das empresas estavam no vermelho.

17, 466 mil milhões de euros  é o total das vendas das 1000 PME que representa 10,1% do PIB português em 2010, a preços de mercado. No ano anterior, representavam 10,3% do PIB. A rentabilidade das melhores PMEs fica-se pelos 3,45% mas a rentabilidade dos capitais próprios é de 9,39%. A solvabilidade fica-se pelos 47,3%, a liquidez não ultrapassa os 23% e o endividamento é de 67,7%.

Saiba mais na edição da Exame

Comentários 0 Comentar
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub