23 de abril de 2014 às 15:41
Página Inicial  ⁄  Sociedade  ⁄  2012 começa com chuva de meteoros

2012 começa com chuva de meteoros

Madrugada de quarta-feira será o pico da chuva de meteoros Quadrantids, o primeiro espetáculo de estrelas cadentes do novo ano.
Ana C. Oliveira (www.expresso.pt)
Chuva de meteoros Quadrantids é um fenómeno anual que ocorre no início de janeiro Nasa Chuva de meteoros Quadrantids é um fenómeno anual que ocorre no início de janeiro
Visível apenas no Hemisfério Norte, a chuva de meteoros Quadrantids vai atingir o seu expoente na madrugada do dia 4 de janeiro. Segundo a Nasa , estima-se a visualização de um máximo de 100 estrelas cadentes por hora, caso as condições atmosféricas o permitam.

Ao contrário de chuvas de meteoros famosas como as Perseidas ou as Gemínidas, que duram vários dias, a queda de Quadrantids durará apenas algumas horas antes do nascer do sol de quarta-feira.

Os meteoros Quadrantids são fragmentos do asteroide 2003 EH1 e foram avistados pela primeira vez em 1825. O seu nome deriva da constelação Quadrans Muralis, considerada extinta pelos astrónomos, de cuja direção estes detritos parecem ser originários.

Apesar da sua curta duração, esta chuva de meteoros, que se irão vaporizar ao entrar na atmosfera terrestre, será uma boa oportunidade para todos aqueles que apreciam a observação do espaço se deleitarem com o primeiro espetáculo de estrelas cadentes de 2012.
Comentários 1 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
QuadrantidAS ou QuadrantídEAS
Um típico exemplo de tradução à letra de uma notícia noutra língua, feita por alguém que claramente não sabe o suficiente sobre o tema, nem perdeu 5 minutos a esclarecer-se.

Em português, esta chuva de meteoros tem o nome de Quadrantidas (com ou sem acento circunflexo) ou Quadrantídeas. O usado no artigo, Quadrantids, é inglês.

Sendo coerente, se o objetivo era usar a nomenclatura inglesa, então a autora teria de usar perseids, em vez de perseidas, por exemplo.

Mas mais curioso é a forma híbrida do nome da chuva de meteoros com radiante na constelação dos Gémeos. É que nem o inglês geminids, nem o português geminídeas, mas um intermédio gemínidas...

Finalmente, as constelações, ao contrário das espécies ou das fogueiras, não se extinguem. Quadrans Muralis (em bom português, quadrante do mural), é apenas uma constelação antiga, que caiu em desuso.

Tudo isto é facilmente descoberto com uma simples pesquisa no google.pt. Demora um total de 2 minutos, mais 3 para verificar os primeiros resultados que aparecem.

Mais informações acerca das Quadrantidas:
http://astropt.org/blog/2...
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub