21 de abril de 2014 às 0:34
Página Inicial  ⁄  Sociedade  ⁄  Gente  ⁄   "O Leopardo" e Rio de Janeiro entre as preferências de Rui Oliveira e Costa

CULTO

"O Leopardo" e Rio de Janeiro entre as preferências de Rui Oliveira e Costa

Do filme "O Leopardo" ao refúgio das Azenhas do Mar, os gostos do empresário que prevê resultados eleitorais.
Luísa Amaral (www.expresso.pt)
 'O Leopardo' e Rio de Janeiro entre as preferências de Rui Oliveira e Costa

Cidade de que mais gosta Rio de Janeiro. A zona Sul da "cidade maravilhosa cheia de encantos mil" é extraordinária.

A melhor paisagem que viu na vida No alto da Pirâmide do Sol, em Teotihuacan (México).

Personalidade que mais admira Winston Churchill. O Grande Leão não se rendeu e durante algum (muito) tempo ficou sozinho contra Hitler. Ao contrário deste, que era abstémio e antifumo, bebia meia garrafa de gin e fumava meia dúzia de charutos por dia.

Música ou grupo preferido Sheiks. Grande grupo português. Fui seu agente e continuo amigo de todos eles: Carlos Mendes, Chaby, Edmundo, Fernando Tordo e Paulo de Carvalho.

Um livro imprescindível Peço desculpa mas são dois: "História da Guerra do Peleponeso", de Tucídides, e "A Família" (os Borgia), de Mario Puzo.

Há outro livro que me marcou: "Fim de Semana na Guatemala", de Miguel Angel Asturias (um dos primeiros Nobel latino-americanos)

Filme inesquecível "O Leopardo", de Lucchino Visconti, baseado no escrito de Lampedusa.

Um filme de culto Os "Padrinho" de Copolla

Data que nunca esquecerá Duas, pois tenho dois filhos: 19-08-1975 (nascimento do Frederico) e 28-11-1978 (Marta).

Objecto de estimação Não me lembro de ter tido. Animal sim, um gato, chamado 'Simba'.

Um refúgio Azenhas do Mar, há quase meio século

Um passatempo Jogar póquer.

Um vício Fumar, entre outros.

Maior medo Cobras.

Um luxo de que não prescinde Viagens e livros (para os ler). Será mesmo luxo?

Quem são os seus heróis? Actualmente, os soldados portugueses que no Afeganistão defendem a minha liberdade e a minha segurança.

(Texto original publicado na Revista Única  da edição do Expresso de 17 de Abril de 2010)

Comentários 4 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
O ex-sindicalista a falar do Afeganistão:ora toma!
Nem mais:mandou ás urtigas as lutas dos trabalhadores e foi tratar da sua vidinha,
Boas escolhas, só podem dar bons resultados!
Só o facto de ser do Sporting, já faz alguma diferença! Associado a isso, deixou o PSD e a UGT, que só lhe davam aborrecimentos, e foi tratar da vida!
 
Não se esqueçam
Todos são sindicalistas e comunistas até conseguirem outro tipo de sustento.
Quanto mudou o sindicalista...
Agora já venera o ultra conservador Winston Churchil, sublima (e bem!) a cção dos nossos soldados na defesa das Democracias demo-liberais, ditas burguesas por alguns...para falar de outras coisas...Bem, em bom rigor, mau gosto mesmo o só a sua preferência clubista...
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub