23 de abril de 2014 às 23:57
Página Inicial  ⁄  Economia  ⁄   A primeira página do Expresso Economia

A primeira página do Expresso Economia

Clique na imagem para ver todas as notícias que fazem a primeira página do caderno de economia do Expresso de sábado, 4 de agosto, em formato PDF.
Comentários 4 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
A primeira página de Economia do Expresso
Acusavam Sócrates de ser um optimista, mas na verdade era esforçado e isto lá ia andando. Agora o governo diz que está tudo bem, quando sabemos que vai tudo mal. A Comunicação não diz nem uma coisa nem outra. Mete a cabeça na areia como a avestruz e assim contribui para a continuação da caminhada rumo ao precipício. Enquanto o rapar do pote continua com a venda das jóias e depois dos jovens se terem feito à vida lá fora, por não encontrarem condições cá dentro, eis que as empresas estão a seguir o mesmo caminho. Sem jovens e sem empresas como pode um País sobreviver. Já não é o render da guarda é a liquidação do País. Carlos Costa é capaz de ter razão, não há nada a temer, quem deve estar preocupado é quem nos emprestou. Esses é que devem ter motivos para não dormir. Isto enquanto o comercio continua a falir e os restaurantes a fechar, retrato do Portugal real.

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/07/passos-portugal-no-bom-caminho.html

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/04/donos-de-portugal-rtp-2.html

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/04/portugal-beira-da-catastrofe.html

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/06/o-emigrante-portugues-1965-2012.html

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/07/profissao-ex-ministros-cosa-nostra.html

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/03/salarios-milionarios-de-portugal.html

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/08/vencimentos-de-politicos-2011.html
Re: A primeira página de Economia do Expresso Ver comentário
O €uro sem E$cudo de proteção.


Ao Algarve estão chegando milhares de turistas famintos de sol.

A Grécia que dominava os países vizinhos esta os levando consigo para a ruína total e ainda a não declarou a banca rota.

Bósnia, Servia que só tem dinheiro até fim de Agosto par apagar salários e pensões, Eslovénia, E Croácias todos a crise euro grego esta destruindo os países vizinhos.

Espanha ou Portugal um país vai destruir o outro.
+ Bancos = +

Portugal precisava de ter mais bancos. Os TOP five nem dinheiro para emprestarem uns aos outros eles tem.

Portugal devia ter mais de 70 bancos só assim havia uma economia melhor.

Bancos só nível nacional não adianta muito numa era global.
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub