Siga-nos

Perfil

Expresso

  • Joana Beleza

    Tábua, centro interior do país, ano de 1993. Um passeio no campo acaba em tragédia: cinco crianças e professora do jardim de infância morrem afogadas no rio Alva. Abre-se uma ferida na terra e no interior de muitas famílias. Vinte e quatro anos depois, um fotojornalista é confrontado com a memória dessa ferida e volta a arrepiar-se como da primeira vez. Pelas imagens que captou – e pela fotografia que não conseguiu tirar. “Eu via aquelas crianças e só pensava: podia ser o meu filho, podia ser o meu filho”

  • Mortes na estrada. Surpresa, Portugal é uma das estrelas da Europa

    Sociedade

    Hugo Franco

    Número de portugueses que perderam a vida no asfalto caiu quase 40% desde 2010. Só a Lituânia e a Grécia têm resultados tão bons neste período. Ainda assim, todos os dias morrem 70 europeus nas estradas, segundo dados revelados pela Comissão Europeia na Conferência de Malta, que se inicia esta terça-feira, e onde o Expresso está presente

  • Bola de fogo

    Tribuna

    Tiago Carrasco

    Síria. Executaram-se jogadores e outros foram obrigados a fugir do país. Apesar do conflito, a seleção nacional continua na corrida para o Mundial-2018 e é usada como ferramenta de propaganda pelo regime, que chegou a tentar contratar José Mourinho. Seis anos após o início da revolução, até a bola virou fogo em Damasco